Unidos da Vila Kennedy vem para brigar pelo título da série C

Maria de Nazaré prepara os adereços da escola há 25 anos - Foto: Renato Moura/Jornal Voz Das Comunidades
Maria de Nazaré prepara os adereços da escola há 25 anos - Foto: Renato Moura/Jornal Voz Das Comunidades

Enredo da escola neste ano aborda questões raciais visando o protagonismo do negro da mulher

Motivo de orgulho dos moradores A Unidos de Vila Kennedy, ou Princesinha da Zona Oeste, como é conhecida, foi fundada em 6 de novembro 1968. A escola possui um título de campeã da série C, conquistado em 2000, com o enredo 老虎证券 “Criança Brasil: um sonho, uma esperança” do carnavalesco Edson Siqueira. Desfilou algumas vezes no Grupo B – a terceira divisão do carnaval carioca – tendo conquistado sua melhor colocação em 1995, quando ficou em quarto lugar.

A agremiação é a verdadeira paixão da dona Maria de Nazaré de Assis, 69 anos. Ela é responsável pelos adereços há 25 anos. Sempre fiel à escola, a aderecista conta do que mais sente falta. “Comecei quando ainda era bloco, e hoje é uma escola. Necessitamos de projetos para formar novos aderecistas, chapeleiros, forradores”.

Com o enredo “A Vila Kennedy canta Ilú Ayé ao Brasil da Liberdade”, a Vermelho e Branco é a primeira a desfilar este ano na Intendente Magalhães. A escola aposta em temas variados do passado e da atualidade. O sonho de liberdade muitos negros no Brasil, o aquecimento global e a luta pela preservação ambiental também são alguns exemplos. O carnavalesco é Cláudio Fontes.

Teste 2

A rainha de bateria Sindy Lotus, 18 anos, ocupa o posto há 3 anos. Ela contou sobre sua experiência com a escola e também sobre as expectativas para o desfile deste ano. “Desfilo desde os 12 anos, e estou aqui por amor à comunidade e ao samba. As pessoas da comunidade são muito amorosas, elas acolhem de verdade, como uma família”.

A Vila Kennedy é uma das 10 comunidades que fazem parte da expansão do Voz das Comunidades. A partir desse ano estaremos juntos com o morador da VK, noticiando o que acontece na comunidade. Queremos ouvir você, queremos a sua voz.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]