Romildo Jucá é homenageado com a medalha Pedro Ernesto  

O superintendente foi reconhecido pelos serviços prestados aos moradores de Inhaúma e Complexo do Alemão

No último dia 14 de agosto, o superintendente da Região de Inhaúma, Romildo Jucá recebeu a medalha Pedro Ernesto em cerimônia realizada na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro.  A premiação se deu pelos serviços prestados aos moradores da região de Inhaúma e Complexo do Alemão e contou com iniciativa do Vereador Dr Carlos Eduardo e apoio de mais 43 vereadores da Câmara.

A ocasião contou com a presença de diversos vereadores, amigos e familiares de Jucá, que recebeu a condecoração com entusiasmo “Foi uma grande alegria, mas também uma imensa responsabilidade. Pude ter a presença de diversos amigos, que me ajudaram nessa trajetória de 40 anos na vida pública” disse.

Teste 2

Romildo Jucá está na função de Superintendente Regional de Inhaúma e Complexo do Alemão desde o primeiro dia de governo do Prefeito Marcelo Crivella. Segundo ele, a convocação se deu por conta de sua experiência na região e por ter nascido e ter sido criado no Bairro de Inhaúma.

Uma das satisfações citadas pelo Superintende é o trabalho realizado no Parque Everest, em Inhaúma, que em fevereiro desse ano sofreu com as fortes chuvas da região e deixou diversas famílias desabrigadas.

“O trabalho que mais me dá motivação e alegria é a articulação com a Prefeitura em favor da comunidade do Parque Everest. No dia seguinte do acontecido, estávamos no local ao lado do Prefeito. Todo esse trabalho está sendo um sucesso, tanto que vai culminar na construção de conjunto habitacional no terreno do Clube Everest. Uma grande vitória!” revelou.

A medalha Pedro Ernesto é uma homenagem criada para que os vereadores representantes possam contemplar aqueles que, por algum motivo, tenham ganhado destaque por serviços prestados à população.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]