Contratados para um futuro gigante: novos talentos na área de telecomunicações

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Na segunda-feira, 19/12, o Instituto NET Claro Embratel, iniciativa da área de responsabilidade social do Grupo América Móvil, celebrou seus 15 anos de atuação, junto com a formatura dos primeiros jovens estudantes de técnico em Telecomunicação da Escola Estadual Hebe Camargo. O evento aconteceu no Theatro NET Rio, em Copacabana e o Voz das Comunidades acompanhou de perto os momentos marcantes da cerimônia.

Uma parceria entre a Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro, a Fundação Xuxa Meneghel e o Instituto NET Claro Embratel foi firmada em 2013, dando início ao projeto “Dupla Escola”, que foi responsável pela capacitação técnica do estudantes do Ensino Médio. No ano seguinte, foi inaugurado o Colégio Estadual Hebe Camargo, que recebeu do Instituto quatro laboratórios técnico-eletrônicos, telefonia/fibra óptica, WLAN e TV/Satélite no local e um acervo de conteúdo específico das disciplinas de telecomunicações para a biblioteca escolar.

Marcelo Marques de 17 anos. Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Marcelo Marques de 17 anos. Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Na cerimônia de comemoração do Instituto, foi anunciado que os primeiros 128 formados do projeto ganhariam celulares e inserção profissional já no início de 2017. Em tempos de crise, não poderia ter notícia melhor. “Eu finalmente vou poder ajudar em casa e essa é uma notícia maravilhosa! Entrei um leigo no colégio e hoje saio de lá com uma profissão, conhecimento na área e um emprego. O colégio foi essencial para o meu desenvolvimento como pessoa e profissional”, celebrou Marcelo Marques, 17 anos, que agora pretende cursar Engenharia de Comunicação com ajuda do primeiro emprego.

Teste 2

Elayne Farias, 18 anos, descobriu um caminho e também quer continuar atuando na área. “Eu não sabia o que era o curso e quando comecei a entender que a gente ia aprender como o processo de telecomunicação acontece, eu me interessei muito. Ao fim do curso eu matei minha curiosidade e muitas portas se abriram para mim. A escola me ajudou a escolher o que eu quero hoje, que é a Engenharia. Me fascinei pela arte de projetar e construir”, conta a jovem.

Elayne Farias de 18 anos. Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Elayne Farias de 18 anos. Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Também estiveram presentes no evento diretores das instituições comemorando o momento. “Estamos muito felizes com a formatura desta primeira turma! O Instituto NET Claro Embratel não contribuiu somente na formação profissional e na inclusão destes jovens na sociedade, mas renovou as suas esperanças em um futuro melhor. Hoje, eles podem traçar novos objetivos e sonhos”, comenta Daniely Gomiero, vice-presidente de projetos do Instituto NET Claro Embratel e responsável pela área de responsabilidade social corporativa das três marcas.

Ao final de uma noite emocionante, os presentes foram convidados a assistir ao documentário musical em cartaz na casa, “60! Década de Arromba”, com a cantora Wanderléa. Um dia pra ficar na memória desses jovens que buscam um amanhã gigante.

Espetáculo 60! Década de Arromba - Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Espetáculo 60! Década de Arromba – Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]