Bolsonaro vira réu por falar que deputada “não merecia ser estuprada”

O Supremo Tribunal Federal (STF), instância máxima da justiça no Brasil, decidiu processar o deputado Federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). A acusação é feita por Bolsonaro ter dito que outra deputada, Maria do Rosário, “não merecia ser estuprada porque ela era muito feia e não fazia o seu tipo”.

Até tem gente que gosta dele – foi o mais votado aqui no Rio de Janeiro, mas pra muitas pessoas como eu, é difícil compreender o motivo. Aliás, como a gente sabe, ninguém merece ser estuprada, por nada. E digo mais, que fique claro, nada justifica um estupro.

Eduardo Campos morreu em avião que segundo a Polícia Federal fazia parte de esquema de corrupção

Teste 2

A Polícia Federal começou hoje a botar em prática a Operação Turbulência. A missão era acabar com uma tal organização que atuava nos estados de Pernambuco e Goiás e estaria mexendo com papo de R$ 600 milhões desde 2010. Dinheiro sujo.

Os canas descobriram a treta por perceberem um vai e vem de dinheiro suspeito nas contas da compra de uma aeronave. E esse avião era o que transportava Eduardo Campos quando ele morreu no acidente que chocou geral no meio da campanha para presidente, em 2014. Era aquele coroa de olho claro, que tinha a Marina Silva como vice na sua chapa.

Uma novela chamada Eduardo Cunha

O recordista em denúncias de corrupção em Brasília (olha que a competição é acirrada) protagonizou hoje mais um capítulo na corrida contra a cadeia. Como já dissemos aqui, Eduardo Cunha foi afastado da presidência da Câmara dos Deputados por denúncia de corrupção, e no Conselho de Ética, órgão para “julgar” a conduta dos engravatados, foi aprovado pela maioria o pedido da suspensão de seu mandato.

Cunha ficou revoltado. A fama é que ele sabe dos podres da maioria dos políticos de Brasília.
Hoje ele reuniu um bando de jornalista para falar em palavras bonitas de lei que não aceita a suspensão de seu mandato e que está recorrendo para voltar logo para Brasília – ele mora aqui no Rio, numa mansão na Barra da Tijuca.
O pedido de Cunha foi feito à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que é um órgão que diz, basicamente, o que está na lei e o que não está.

Pega a pipoca e vamos aguardar os próximos capítulos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]