Vila Olímpica do Alemão está com vagas abertas

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Oficinas estão abertas ao público a partir das 13h. Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Mais de quinze atividades gratuitas para todas as idades gratuitas

Reaberta no início deste mês, a Vila Olímpica Carlos Castilho, no Complexo do Alemão, está com vagas abertas para mais de 15 atividades. Dentre elas, quatro tipos de lutas, natação, futebol de campo, balé clássico e vôlei. Todas gratuitas e para todas as idades.

Para se inscrever, das crianças são exigidas: declaração que comprove a matrícula escolar do aluno, xerox da certidão de nascimento, uma foto 3×4 e atestado médico. Para os adultos, a mesma documentação, menos a declaração escolar. Segundo Anderson Sandes, coordenador técnico da Vila, alunos sem documentação regularizada não poderão iniciar a prática das atividades. Inclusive os que já eram alunos precisam entregar os documentos atualizados.

As atividades são realizadas de terça à sexta, de 7h até as 18h. Na segunda, só a parte administrativa da Vila funciona.

Teste 2

Confira a lista completa das atividades disponíveis:

Alongamento
Atletismo adaptado
Balé clássico
Capoeira
Coral
Futebol de Campo
Futsal
Ginástica localizada
Ginástica Rítmica
Hidroginástica
Hidroginástica adaptada
Jiu-Jitsu
Karatê
Luta Livre
Natação
Natação Adaptada
Vôlei

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]