Fiocruz abre inscrições para curso de saúde comunitária a moradores de favela

São 120 vagas disponíveis e as inscrições vão até o dia 8 de outubro
Castelo Mourisco, Fundação Osvaldo Cruz. Foto: Reprodução da Internet

Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) abre inscrições para curso de saúde comunitária a moradores de favela. O Curso Saúde Comunitária: Uma Construção de Todos tem como objetivo oferecer conhecimento para compreender as relações entre determinantes sociais da saúde, a organização de território e a promoção da saúde. Além de estimular participantes a continuarem aprendendo e utilizarem os conhecimentos adquiridos na vida cotidiana.

São 120 vagas disponíveis para o curso e as inscrições estão abertas no site da Fiocruz até o dia 8 de outubro. Para participar é preciso ser morador de comunidade, ter idade mínima de 18 anos completos e escolaridade mínima da 4ª série (5º ano) do ensino fundamental. Participantes matriculados receberão um “kit aluno” com camiseta e pasta com bloco e caneta.

As aulas serão através do aplicativo Zoom Meetings, de segunda a sexta, exceto feriados. O curso Saúde Comunitária: Uma Construção de Todos começa no dia 24 de outubro e vai até 4 de dezembro. O horário das aulas será de 17h30 às 19h30, com uma hora de aula teórica e uma hora aberta para perguntas.

Teste 2


Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]